Histórico

O PROGESP foi criado em 2004, de caráter interdisciplinar que nasceu fundado dentro do princípio da integração dos quatros níveis inter- relacionados da formação universitária: graduação, pós- graduação lato sensu (especialização) e pós-graduação stricto sensu (mestrado). Contribui com a Renaesp na formação, capacitação oferecendo cursos de especialização como CEGESP e CEPREV.

Uma das suas estratégias para elevar os níveis de capacitação das instituições parceiras, e, sobretudo, viabilizar sua autonomia, a adoção de corpo docente qualificado capaz de mobilizar-se num processo de quebra de paradigmas e para a adoção de uma visão crítica das relações que se estabelecem entre a segurança, as polícias e a sociedade. É apoiado financeiramente pela Secretaria Nacional de Segurança Pública do Ministério da Justiça — SENASP/MJ/ — na condição de credenciado pela Rede Nacional de Altos Estudos em Segurança Pública — RENAESP/SENASP/MJ. Além do apoio do Ministério da Justiça, o programa recebe mediante créditos por Editais o aporte da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Bahia — FAPESB, do CNPq e da CAPES. Este programa representa um esforço concreto de interação entre a Universidade Federal da Bahia e as diversas instâncias do sistema de segurança pública e justiça criminal, nos três eixos:

Ensino – desenvolve cursos de formação como: Especialização em Políticas e Gestão em Segurança Pública – CEGESP e Especialização em Prevenção da Violência, Promoção da Segurança e Cidadania – CEPREV. Extensão. desenvolve-se basicamente os eventos locais, nacionais e internacionais, além de cursos que contribuem para a atualização da área de segurança pública.

Pesquisa – articula o Grupo de Pesquisa do CNPQ e objetiva consolidar um espaço institucional de referência científica por meio da produção de estudos e pesquisas na área, resultados de reflexões oriundas das instituições universitárias e do sistema de segurança pública e justiça criminal da Bahia.

Extensão – desenvolve-se basicamente os eventos locais, nacionais e internacionais, além de cursos que contribuem para a atualização da área de segurança pública.

O PROGESP está integrado com outras Instituições de Ensino Superior no país que mantém na sua estrutura programas de formação e grupos de pesquisa e desenvolve domínios no campo da segurança publica e justiça criminal observando o desempenho das políticas públicas, as condições de governabilidade e da prevenção tais como o Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública (CRISP) na Universidade Federal de Minas Gerais , o Núcleo de Estudo da Violência (NEV) na Universidade de São Paulo, o Centro de Pesquisa e Formação nas Universidades Federais do Ceará, de Pernambuco, Alagoas e Sergipe.

O Programa potencializa o compromisso com a cidadania e a educação para a paz, articulando os avanços científicos e os saberes acumulados sobre os fenômenos da criminalidade e das violências, atendendo à forte expressividade das demandas sociais.